quarta-feira, 28 de março de 2012

"Tu não és normal..." - 8

Pessoas que gostam de mim, 
Não gastem tempo a explicar-me, a dar-me mnemónicas, a fazer-me ver que é óbvio e que não se percebe a minha dificuldade e a minha confusão a perceber e a distinguir certas coisas. Não vale mesmo a pena, há coisas que eu confundo sempre e que dificilmente alguma vez deixarei de o fazer. Aqui vão mais duas para acrescentar à lista que um dia poderá facilitar a minha entrada num Magalhães Lemos qualquer:

Lourosa e Lousada (podia acrescentar ainda Lousã, mas essa ainda consigo distinguir se me lembrar do xisto e das lousas)
O meu problema com Lousada e Lourosa é serem ambas por aqui, no Norte, e começarem por "Lou-" (ou esta última foi agora mesmo inventada). Eu já sei que todos acham óbvia a diferença, mas não se indignem com a minha pessoa por não achar o mesmo. Confundo sempre, nunca atino com a localidade certa e apenas tenho sorte de nunca ter tido trabalho para um destes dois lados, caso contrário acho que chegaria muitas vezes atrasada e com ar atarantado ao trabalho.

A28/A29 
Esta é demais. Ando há anos nisto. Não consigo nunca acertar no número da autoestrada, por isso, quando estou frente a frente com alguém, faço uma referência à localidade de destino e acrescente "A28 ou 29 ou lá o que é", na esperança de que esse alguém me complete a informação com a maior naturalidade e acalme a minha dúvida. Não percebo a lógica destas numerações - aliás, nem o porquê de haver duas numerações diferentes, se as duas estradas se encontram. Uma vai para Aveiro, outra para Viana. E ambas são autoestradas / ex-SCUT. Para mim, esta informação chega. 

Grata pela atenção.
Melhores Cumprimentos,
Joana