terça-feira, 25 de março de 2014

Isso não abona a seu favor, senhor(a) candidato/a a esta oferta profissional. #1

Ser pedida a candidatura com fotografia e ser enviada uma candidatura sem fotografia.

Quando era mais nova, também o fazia. Hoje em dia, compreendo como estava errada. Na altura, aquilo parecia-me um elemento básico e injusto, sobretudo porque considerava que poderia ser um dos critérios de seleção. Hoje, entendo que é a prova de que a pessoa é segura de si, nada tem a esconder e, talvez sobretudo, se tem a razoabilidade e o bom senso suficientes para escolher a melhor primeira imagem de si para uma empresa.

Há pessoas que me enviam fotografias descontraídas de mais, há outras que parece que estão com alguma coisa espetada nalgum sítio, mas lá vou conseguindo distinguir o trigo do joio. Mas lá que não gosto nada de selecionar pessoas, não gosto. Primeiro porque penso que posso estar a fazer a aposta errada, mas geralmente depois é unicamente porque comprovo o quanto as pessoas são snobes e não querem trabalhar nos dias de hoje. Enfim. Um dia destes, partilho experiêcias verídicas convosco. Tenho coisas estúpidas demais - mas que valem a pena, nem que seja para rir - para partilhar convoco.

E as vossas candidaturas - vão com ou sem fotografia? O que acham deste pedido?


4 comentários:

Eduardo disse...

Nunca enviei com fotografia, mas tal nunca me foi pedido. Pedir fotografia faz sentido se a imagem for importante para o lugar. Mas acho que não pediria fotografia para não me condicionar a escolha dos CVs.

Maria Varredoura Pau de Vassoura disse...

A minha ía com foto, mas na altura estava doente e farto-me de rir quando vou ao arquivo e me vejo!
Magricela, olhos vermelhos pareciam de choro e pescoço inchado de uma tiróide bem activa! Bem, pela foto eu não me contratava, parece que me safei na entrevista. ;)))

Joana disse...

Eduardo, hoje em dia a imagem é importante para tudo, sobretudo quando se lida com público. Pode não ser a coisa mais justa, mas é a verdade. No entanto, a finalidade de pedir fotografia é precisamente aferir o bom senso das pessoas, porque hoje em dia a desadequação em relação a muitos aspetos é, por vezes, crassa. Esse será o único aspeto em que me poderá condicionar, considero-me uma pessoa muito justa. :)

Maria, também já fiz essa análise e devo dizer que essa é mesmo a pior parte de um documentozinho simpes que me irá acompanhar por uns quarenta e tal anos - a carta de condução. Nos CV o tempo cura; na carta, teremos sempre a GNR para nos lembrar... :D

Tania disse...

O meu CV vai sempre com foto, por acaso. Mas também não gosto nada quando as pessoas colocam uma foto tirada na esplanada da praia, enquanto bebem uma cerveja e comem um pires de tremoços :P