terça-feira, 18 de março de 2014

Como saber que alguém anda a ver o "Prison Break" em doses a mais.

Já há dias que andava a sonhar com perseguições e operações à cabeça, mas deixei de ver a série uns dias e a coisa voltou ao normal.

Entretanto, outro dia, estava no shopping e tinha com uma enorme dor de cabeça, que já me consumia há horas. Tinha um comprimido à mão e nenhuma água. Vou à casa de banho e bebo um pouco de água da torneira para tomar o comprimido. Chego perto dele, que me pergunta:

- Já tomaste o comprimido?
- Já.
- Mas não tinhas a garrafa de água, pois não?
- Não, bebi a água da companhia.
- Da Companhia?! Lá vamos nós começar a ser perseguidos... não viste nada de estranho? Está atenta a tudo à tua volta!

Enfim, coisas que só um fanático da série perceberá. E lá começámos os dois a olhar em volta, como se nos sentíssemos perseguidos. Uns segundos e tudo acabou numa risada pegada. A coisa está mesmo a afetar-nos.

Nota:
Nós não somos um casal normal e às vezes parece-nos que poderíamos ser bons casos de estudo de alguns investigadores, nós sabemos. :)

3 comentários:

Maria Varredoura Pau de Vassoura disse...

Acho que só vi dois episódios.
Mas... porque é que não se pode beber agua da companhia?
lol

imagino a cena!!! ;))))

Sílvia disse...

Eu vi as temporadas todas em cerca de duas semanas. Sim, o meu namorado tanto falava daquilo, tanto falava daquilo que eu comecei a ver. Ora um episódio, só mais um, só mais um e quando dei por mim via mil episódios por dia. Parecia uma agarrada!

Joana disse...


Maria, a questão está no "C" maiúsculo... e mais não digo... para aguçar a curiosidade... ;)

Sílvia, no meu caso foi ao contrário, eu contagiei-o e já é a segunda vez que estou a ver a série de fio a pavio. Já me arrependi umas quantas vezes de lhe ter dado a conhecer a série - acho que até já levei alguns pontapés durante a noite à conta de ele não querer passar um dia sem ver aquilo... :D