terça-feira, 22 de abril de 2014

Esta fase - má, por sinal.

Estou numa fase da vida em que quero mudar, progredir e tomar decisões. E estou também numa fase em que não consigo nada do que seria de querer porque tudo não depende só de mim. Em troca, e perante a sinceridade, sou mal interpretada, recebo o que não quero, ouço o que não é justo, choro o que preciso de chorar e percebo que nada vai mudar, a não ser que EU queira. Sim, porque nada à minha volta me interessa a não ser uma coisa. Mas para essa é precisamente tudo à volta que importa. Bem mais do que eu. 
Estou rodeada de coisas com as quais não me identifico e que todos os dias me enfraquecem e me fazem pensar realmente se vale a pena, tendo em conta os "choques" as más disposições que crio por dizer o que penso e não tolerar que interfiram na minha vida. Estou claramente distante de muitas realidades que me rodeiam, mas apenas sou feliz sendo eu, e não adaptando-me a um estilo e nível que não é o meu, nem quero que seja.
Tenho a minha forma de viver, que pode não ser a mais correta, nem sequer a mais consensual, as que é MINHA. Tenho um espírito crítico muito apurado e não sou muito fácil, quando não concordo com as coisas que me são próximas. Digo o que penso e não quero saber do resto, porque às tantas me vou sentindo a desaparecer no meio de tudo. Aí, quero acordar, abanar a cabeça e recomeçar a ser eu. Porque antes de tudo o resto, de quem mais eu tenho de gostar e respeitar é de MIM.

Estou farta, cansada e a desistir. Tenho direito a ter o que mereço e o que me realizará como mulher e não vou deixar o meu futuro em quaisquer outras mãos que não nas minhas. Podem acusar-me de só estar a pensar em mim e de não perceber as coisas. Mas eu percebo-as bem - bem demais, talvez. Para mim, egoísmo é travar a felicidade de um por causa de muitos. Isso é que é egoísmo.


2 comentários:

Maria Varredora Pau de Vassoura disse...

Precisas de uma pausa e de descomprimir. Recolhe-te perto de quem amas, aproveita um ou outro momento de lazer.

Desabafa e procura ajuda em quem confias. Tudo se irá resolver, pensa que é só uma fase.

beijinho e as melhoras! :)

Joana disse...

Agradeço MUITO os teus bons conselhos, Maria, e foi mesmo isso que fiz. Sobretudo, valorizei quem faz da minha vida uma prioridade e quem está sempre a meu lado e me faz adormecer todos os dias com a certeza de que sou feliz e faço feliz quem me ama incondicionalmente. Isso é que importa, mesmo. :)

Obrigada pela tua força!
Foi uma fase, e já está a ser ultrapassada. ;)